Caixa Econômica Federal suspende empréstimo consignado do Auxílio Brasil

  • Home
  • Caixa Econômica Federal suspende empréstimo consignado do Auxílio Brasil
Caixa Econômica Federal suspende empréstimo consignado do Auxílio Brasil
  • 25 de janeiro de 2023

Ao tomar posse, na quinta-feira 12, a presidente da Caixa Econômica Federal, Rita Serrano (foto abaixo), anunciou a suspensão da concessão de novos empréstimos consignados a beneficiários do Auxílio Brasil. Pelo teor das declarações, a suspensão é temporária, para modificações no programa implementado no fim do ano passado pelo governo de Jair Bolsonaro (PL).

Rita declarou à imprensa que há dois motivos para a suspensão: a revisão do cadastro de beneficiários do Auxílio Brasil pelo Ministério do Desenvolvimento Social e uma reavaliação da taxa de juros.

“Os juros para essa modalidade consignada são muito altos, então nós estamos também suspendendo para reavaliar essa questão dos juros e ver as possibilidades para tentar baixar esses juros”, afirmou à imprensa, depois da posse.

Rita disse que o governo não pensa em perdoar as dívidas até agora contraídas pelos empréstimos feitos pelos beneficiários do Auxílio Brasil. “Nós não trabalhamos com essa perspectiva, até porque, perdão dos devedores, o banco não tem como fazer isso.”

A afirmação contraria declaração anterior do ministro de Desenvolvimento Social, Wellington Dias, em 4 de janeiro, de que o governo federal estudava anistiar quem tivesse dívidas de empréstimos consignados. Segundo Rita, a única possibilidade em discussão é tentar negociar com o governo “formatos para baixar os juros”.

Depois da entrevista de Rita, a Caixa divulgou nota informando que novas contratações do empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil estão suspensas desde quinta-feira. Segundo a nota, para quem já contratou, nada muda. “As parcelas serão debitadas de maneira regular e de acordo com cada contrato.”

O consignado do Auxílio Brasil tem juros de 3,45% ao mês, beirando o limite de 3,5% estabelecido pelo Ministério da Cidadania. A prestação máxima é de 40% do valor do benefício social e a parcela mínima, R$ 15. A duração do empréstimo é de até 24 meses.

Fonte: direitonews

Publicações Relacionadas

Pente Fino do INSS: governo quer cortar R$ 10 bilhões na Previdência.

Pente Fino do INSS: governo quer cortar R$ 10 bilhões na Previdência.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) trabalha em um pacote de medidas capaz de gerar uma economia de pelo menos R$ 10 bilhões nos cofres públicos ainda neste ano. Para conseguir isso, o presidente da instituição, Alessandro Stefanutto, afirmou ao jornal O Globo que vão ser analisados os contratos de auxílio-doença, Benefício de Prestação […]

Mais Informações
Gestante tem direito à estabilidade, mesmo em contrato de experiência?

Gestante tem direito à estabilidade, mesmo em contrato de experiência?

É claro que SIM! A gestante tem direito à estabilidade mesmo estando em contrato de experiência. A trabalhadora gestante tem direito à garantia de emprego até 5 meses após o nascimento de seu filho, em alguns casos a estabilidade pode ser ainda maior, pois alguns acordos ou convenções coletivas ampliam este período de estabilidade. Mas […]

Mais Informações
Você sabe como funciona a taxação de importação?

Você sabe como funciona a taxação de importação?

Com o mundo globalizado, o consumo de produtos importados é comum na rotina brasileira. Mas você sabe o que muda na importação após a implantação do programa Remessa Conforme, lançado em agosto deste ano? 1 – Entre pessoas físicas, há isenção de impostos de produtos de até 50 dólares. A partir disso, a alíquota é […]

Mais Informações