Como provar minha união sem ser casada no papel?

  • Home
  • Como provar minha união sem ser casada no papel?
Como provar minha união sem ser casada no papel?
  • 14 de setembro de 2022

“Já vi um caso onde o casal conviveu por mais de 50 anos como companheiros e tiveram 14 filhos, e o INSS não reconheceu essa união, vindo a negar a pensão por morte.”

Em algumas situações, você deve comprovar união estável no INSS para receber os benefícios.

É muito comum nos dias de hoje existir casais que não oficializaram a união através de um casamento, mas que estão em união estável.

A união estável ocorre pelo fato do casal começar a dividir suas vidas e com a intenção de formar uma família.

Caso você não possua um contrato formalizado de união estável e também não tenha certidão de casamento, existem outros documentos que possibilitam a comprovação da união estável perante o INSS, tais como:

✅ Declaração de banco atestando existência de conta conjunta;

✅ Plano de saúde com um dos cônjuges como dependente;

✅ Certidão de nascimento de filhos em comum;

✅ Fotos em eventos familiares e momentos importantes — como nascimento de filhos, aniversários, casamentos, formaturas, batizados, viagens e outros;

✅ Correspondências no mesmo endereço;

✅ Contrato de aluguel ou financiamento de imóvel em nome de ambos;

✅ Apólice de seguro com um dos cônjuges como dependente do outro;
Declarações de Imposto de Renda;

✅ Procuração ou fiança reciprocamente outorgada;

✅ Provas de contratos domésticos e existência de sociedade na vida civil;

✅ Testemunhas;

Então se hoje você convive em união estável e não tem intenção de regularizar através de um casamento civil, tem a opção de regularizar através de um contrato de união estável.

Franciele Greice de Azevedo
OAB/PR nº 101.209

Publicações Relacionadas

Pente Fino do INSS: governo quer cortar R$ 10 bilhões na Previdência.

Pente Fino do INSS: governo quer cortar R$ 10 bilhões na Previdência.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) trabalha em um pacote de medidas capaz de gerar uma economia de pelo menos R$ 10 bilhões nos cofres públicos ainda neste ano. Para conseguir isso, o presidente da instituição, Alessandro Stefanutto, afirmou ao jornal O Globo que vão ser analisados os contratos de auxílio-doença, Benefício de Prestação […]

Mais Informações
Gestante tem direito à estabilidade, mesmo em contrato de experiência?

Gestante tem direito à estabilidade, mesmo em contrato de experiência?

É claro que SIM! A gestante tem direito à estabilidade mesmo estando em contrato de experiência. A trabalhadora gestante tem direito à garantia de emprego até 5 meses após o nascimento de seu filho, em alguns casos a estabilidade pode ser ainda maior, pois alguns acordos ou convenções coletivas ampliam este período de estabilidade. Mas […]

Mais Informações
Você sabe como funciona a taxação de importação?

Você sabe como funciona a taxação de importação?

Com o mundo globalizado, o consumo de produtos importados é comum na rotina brasileira. Mas você sabe o que muda na importação após a implantação do programa Remessa Conforme, lançado em agosto deste ano? 1 – Entre pessoas físicas, há isenção de impostos de produtos de até 50 dólares. A partir disso, a alíquota é […]

Mais Informações